[11/07 a 26/09 – 2018] Repertório Brincante – Sesc Copacabana

Um Repertório de Tanta Brincadeira!

O Sesc Copacabana convidou a Ih, Contei! para realizar 3 meses de muitas histórias e intervenções poéticas inéditas! Vamos embarcar no SESC  com um repertório muito brincante e, eu acho, que você não deveria perder!
Olha só quanta coisa legal vai acontecer por lá!

Contações de Histórias:

Histórias Assombradas Para Borrar as Calças –
11 de julho e  29 de agosto às 10h
Contos assombrados da cultura popular brasileira ganham forma e voz nesta divertida sessão de histórias de arrepiar os pelos do nariz e morrer de rir. O público é convidado a embarcar em três histórias mirabolantes como a de Pedro Malazartes, um homem destemido que entrou num castelo mal assombrado onde pernas cabeludas e cera de ouvido caiam do teto; Mario Angu, um menino que odiava fazer as tarefas de casa, mas um dia teve que aprender a cozinhar bucho de bode, mas sem o bode; e Jovelina, que visitou o mundo dos moribundos pra encontrar a chave de um velho baú cheio de dinheiro e mistérios.

A Rã Metida e Outras Histórias:
25 de julho e 25 de Setembro às 10h

Trazemos 3 histórias contadas com bonecos, objetos e brincadeiras populares. Aqui vamos conhecer uma rã muito metida e invejosa, e que se achava a rainha da floresta. Certo dia aparece na floresta um boi grande e bonitão, e a tal rã decide que quer ser maior do que o boi, então ela incha de tanta inveja até explodir; Também iremos conhecer um papel que queria ser papel e resolve se autonomear Alegria, o grande problema é que mesmo mudando de nome ele ainda se sentia somente um simples papel, ele então resolve bolar um plano para se transformar completamente; E por fim trazemos a história de uma velha senhora cega e ranzinza que morava com um montão de animais. Um dia bateu na porta desta senhora um menino maltrapilho e que não tinha olhos, neste dia, pela primeira vez, o coração dessa velha senhora se amoleceu.

Tifanny – Histórias de Uma Meia Louca:
15 de agosto e 12 de Setembro às 10h
Nada mais triste do que ser abandonada. Pior ainda é ficar no fundo de um armário fadado a viver lá para sempre junto com tudo que foi usado e não serve mais. Tifanny é uma meia que foi esquecida junta com outras meias, cuecas, lençóis, camisetas, shorts que um dia também foram usados e deixados de lado e agora vivem no fundo de um armário, num mundo cheio de tristeza e escuridão. Mas Tifanny é um tipo de meia petulante e abusada, o tipo de meia que não serve pra ser deixada de lado. E foi numa noite, como outra qualquer, com a ajuda de todas as roupas órfãs, que ela resolveu fugir e viajar pelo mundo para encontrar um lugar onde ela possa, realmente, chamar de seu.

Intervenções Poética:

Baloeiros – Poesia Que Faz Buum!
21 de julho às 16h
Nesta intervenção levamos muitos balões coloridos que guardam dentro si um poema, conto ou poesia. O público poderá escolher um balão e estourá-lo e assim ouvir o que vem de dentro dele.
O público também é convidado a escrever poemas ou micro-contos para entrar nos balões de nossa intervenção.  Disponibilizamos de canetas, papeis coloridos, balões e livros de poesia para instigar a imaginação dos participantes.


Moira – A Dama Das Cartas
18 de agosto às 16h
A Moira é uma boca hibrida, aparentemente assustara como uma velha bruxa, mas na verdade é só uma senhora de coração mole que distribui poesias a quem desejar ouvi-las. A Moira é uma cartomante de poesias. Em cada carta se esconde uma poesia destinada especialmente para aquele que a tirar.  A Moira tece os fios de destinos poéticos. Na mitologia grega, eram as três irmãs que determinavam o destino, tanto dos deuses, quanto dos seres humanos. Eram três mulheres, responsáveis por fabricar, tecer e cortar aquilo que seria o fio da vida de todos. Elas eram as Moiras.

Presente – Embrulhado em Poesia
22 de setembro às 16h
Presente Embrulhado em Poesia é uma intervenção onde os participantes contam, escrevem e criam presentes poéticos uns para os outros.  Nesta intervenção as poesias se transformam em pequenos mimos a partir de materiais como argila, tinta, massa branca, papel, caneta e outros. Cada presente é desenvolvido a partir de uma poesia criada ou escolhida pelos próprios participantes.

 

 

Contadores de Histórias:  Leandro Pedro e Elton Pinheiro
Material de Cena: Ih, Contei!, Oficina do Carmona
Figurino: Ih, Contei!, Pâmela Vicenta.
Direção: Elton Pinheiro
Textos: Contos Populares adaptados por Leandro Pedro

Olá, me chamo Leandro Pedro. Sou ator, contador de histórias, coordeno as atividade da Ih, Contei! E  sou apaixonado por educação infantil e por isso em 2014 fundei a Ih, Contei! uma cia que desenvolve um montão de projetos especialmente para infância nas áreas de arte, educação e difusão a literatura.