Qual o Valor do Seu Cachê?

Trabalhar de graça não paga nossas contas!

Vem chegando o final do mês e os boletos já começam a se amontoar sobre a mesa. Então gente percebe como é desesperador a conta de luz, água, gás, aluguel da casa e outras tantas dívidas que sempre nos encontram. E nenhuma delas quer saber se você ganhou dinheiro ou não. E é bom que você pague-as se não a giripoca pode piar e ter a luz cortada deve ser horrível!

Me perdoe pelas sinceras verdades logo de início. Seja bem vindo ao blog da Ih, Contei! Eu sou Leandro Pedro, sou contador de histórias, produtor cultural e coordenador de projetos.

Sinto ter que iniciar assim, mas fazer seu trabalho de graça só por que alguém acha seu trabalho ‘legal e bacana’ ou por que você ganhará ‘aplausos e sorrisos’ é como olhar pra uma conta e dizer pra ela “olá querida, hoje eu vou te pagar com amor e afeto”. Olha, acredito que isso não deve funcionar muito bem para as contas. Então, meu caro, pare de trabalhar de graça! Isso não paga suas contas.

Você sabe dizer NÃO?
 Às vezes é difícil dizer não para alguns trabalhos, principalmente quando é um convite feito por amigos. Mas às vezes é importante dizer não quando o trabalho não é compensativo. É importante que você, artista, saiba o seu valor. Caso você sempre faça seu trabalho de graça ou por um cachê muito baixo, você acaba perdendo  sua referencia de preço e achando que o seu valor é sempre pequeno. O que o contratante está te oferecendo, nem sempre é o que você deveria estar ganhando. Ou você aprende a dizer alguns NÃOs ou será sempre o ‘coleguinha que cobra baratinho pra fazer o trabalhinho‘.

Qual o valor de cachê justo?
Preciso te dizer uma coisa: não são os contratantes que definem o valor do seu cachê (leve isso para vida). O teu cachê é, e deve ser, decidido por você. Você deve ter sempre um cachê base e sempre ser justo com seu contratante. Claro que você e o contratante podem chegar a um acordo. Eu indico que você nunca faça um trabalho por um cachê abaixo de 50% do seu cachê base. Lembre-se que o cachê é uma variável de percepção da qualidade do seu trabalho. Se um artística  cobra R$ 1.100 e outro, da mesma área, cobra R$ 300, isso nos leva a ter uma percepção de qualidade diferentes de ambos artistas. E possivelmente acreditamos que o que cobra R$ 1.100 tem uma qualidade artística muito melhor que o que cobra R$ 300. Um artista que faz seu trabalho com qualidade cobra um valor justo, o valor justo não é caro, ele é JUSTO pela qualidade da obra. Você já parou pra pensar que pode estar fazendo seu trabalho por um valor abaixo do valor JUSTO? E caso você esteja fazendo isso é hora de começar a repensar esse valor.

Qual valor deveria ser o seu cachê base?
Adoraria lhe dar essa resposta. Mas não sei e não posso. Cada artista sabe o seu valor de cachê base ou deveria saber. Mas posso te ajudar dando a seguinte dica: faça uma pesquisa de mercado, veja quem são as pessoas que tem o trabalho parecido com o seu na sua cidade, observe o que elas fazem e como elas fazem, observe o quanto elas cobram e para quem elas trabalham.  Veja também as tabelas de valor para artistas do SATED ou FGV ou outros organizações, essas tabelas de valores podem te ajudar na hora de pensar no seu cachê base, mas cuidado, os valores podem estar desatualizados. ESTUDE o seu mercado.

Finalmente:
O seu trabalho é valioso, não faça ele de graça ao menos que isto seja algo muito importante pra você. Eu faço trabalhos de graça para ações sociais e isso me dá um retorno que nenhum dinheiro me paga, mas jamais farei um trabalho para eventos ou festivais que acham que trabalho de graça por divulgação ou qualquer outro motivo simbólico.  Tenha sempre consciência do seu valor artístico. Seja justo sempre. A qualidade do seu trabalho deve ser sempre melhorada. Nunca pare sua pesquisa ou ache que você já chegou ao auge. Ensaie, aprenda ouvir críticas, faça novos cursos, conheça outras pessoas que tem uma pesquisa parecida com sua. Pergunte, questione, não tenha vergonha ou medo do seu contratante.  Não tenha medo de ser bom ou de se achar um bom artista, com certeza você é! Aprimore-se, sempre!

Gostou das dicas?
Compartilhe este post com amigos!
Curta nossa página no facebook: Ih, Contei!
Fique por dentro dos nossos canais, temos muitas dicas para compartilhar!

Sucesso, paz e luz! 😀

OFICINA

O Contador de Histórias  Criando Brinquedos Que Contam Histórias